• Instituto Periférico

A Virada é um convite à população para redescobrir a cidade

Atualizado: 25 de Abr de 2019


Foto: Mariane Botelho
Projeto Um Lambe por Dia - Virada 2016 [Foto: Mariane Botelho/Acervo FMC]

Com 24 horas ininterruptas de programação, evento busca criar novos olhares sobre a capital mineira


O hipercentro de Belo Horizonte vai se transformar em uma experiência durante as 24 horas de Virada Cultural em 2019. Se outrora a cidade, na correria cotidiana, foi paisagem, nos dias 20 e 21 de julho ela se transformará em palco principal para a redescoberta do ambiente urbano. Com mais de 400 atrações esperadas para este ano, o evento convida a população a ressignificar Belo Horizonte e enxergar a capital mineira de outro ângulo.

A extensa programação contempla diversas áreas da cultura, como música, dança, circo, cinema, teatro, programação infantil, stand up, artes visuais, literatura, fotografia, cinema, vídeo, arquitetura, moda, design, esporte de rua, arte digital, animação, games, gastronomia, cultura popular, arte urbana e performances.

A Virada Cultural é realizada desde 2013 pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, da Fundação Municipal de Cultural e do Instituto Periférico, com a apoio de diversos parceiros públicos e privados.


QUEM PODE SE INSCREVER NA VIRADA?


“Não tenho uma banda, não sei dançar, não sou ator, não sei pintar, nem fotografar, nem cozinhar ou performar. Ainda posso participar?” As propostas podem ser de qualquer área da cultura – dança, circo, cinema, teatro, artes visuais, gastronomia, espetáculo infantil, arte de rua – ou mesmo de outros segmentos, como o esporte, lazer e intervenções urbanas, desde que dialoguem com a proposta de ocupação da Virada.

As atrações podem acontecer tanto em espaços abertos como em palcos ou locais alternativos. Ou seja, vale (quase) tudo! Não há limite de duração para as apresentações, também. Ganha pontinhos a mais quem priorizar a economicidade, ineditismo e criatividade. Também é importante pensar em propostas que sejam possíveis de realizar com a estrutura da Virada.

São três características principais que serão buscadas nas propostas: a relevância, a adequação técnica e estrutural à Virada e a viabilidade financeira e documental para a contratação. Vale ressaltar que os cachês variam entre R$ 500 e R$ 3 mil, para todas as áreas contempladas na Virada.

É importante que os candidatos tenham disponibilidade durante as 24h de realização da Virada, uma vez que os horários e locais da apresentação podem ser alterados até o dia do evento. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, neste LINK. Não serão aceitas propostas enviadas por e-mails ou entregues pessoalmente

A seleção de propostas será feita por uma comissão paritária, que envolve pessoas do poder público e sociedade civil. Todos os membros são profissionais com atuação na área e reconhecido saber em cultura. As inscrições podem ser feitas até às 23h59 do 12 de maio.


LINK DO REGULAMENTO

LINK DO FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO



52 visualizações