top of page
man-holding-traditional-brazilian-cheese.jpg
QMA_Selo Box.png

O projeto tem registrado os saberes e modos de fazer tradicionais que envolvem a produção do queijo artesanal de leite cru em diversas regiões de Minas Gerais, com o objetivo de ampliar o conhecimento, a salvaguarda patrimonial e a promoção cultural e turística deste elemento simbólico da cozinha mineira.

Realizado pelo Instituto Periférico, o processo de identificação, registro e atualização deste patrimônio imaterial abrange aspectos geopolíticos, levantamento e produção de fotos, vídeos, textos, depoimentos, informações históricas, culturais, turísticas e técnicas sobre os modos de fazer queijo Minas artesanal, iniciando pelas microrregiões de Araxá e Canastra.
 

CATÁLOGO "MODOS DE FAZER O QUEIJO MINAS ARTESANAL"

A publicação apresenta os modos de fazer do queijo minas artesanal, desde o resgate histórico até a apresentação das etapas de produção, mostrando como é feita a ordenha, para onde o leite vai, quais são as intervenções e como os microclimas interferem na qualidade do queijo, e sua importância não só para o estado, mas principalmente para as regiões de origem, em cujas economias predominam esta cadeia produtiva.

OUTROS PRODUTOS

DOSSIÊ

Produzido em consonância com as diretrizes do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o dossiê técnico sobre os modos de fazer do queijo Minas artesanal será composto por inventários elaborados sobre as regiões contempladas pelo projeto.

As fases de elaboração do documento preveem o levantamento e a sistematização das informações já existentes sobre o tema, a identificação e a mobilização dos detentores de conhecimento, o mapeamento das regiões produtoras e de circuitos turísticos, a realização de audiências públicas e ampla pesquisa de campo sobre os diversos aspectos que envolvem a cadeia produtiva vinculada a este tipo de queijo.
 

 

CONTEÚDO AUDIOVISUAL E FOTOGRÁFICO

Com base no trabalho de campo realizado pelo projeto, estão sendo produzidos documentários, filmes e material fotográfico com o registro dos saberes, fazeres e celebrações relacionados aos modos de fazer o queijo Minas artesanal.

 

CARTILHA EDUCATIVA

A cartilha reunirá informações como ações de salvaguarda, dicas para promoção de produtos, criação de roteiros de visitação e degustação, dentre outros aspectos destinados a públicos diversos envolvidos na cadeia produtiva do queijo.

20171125MD0171.jpg

ATIVIDADES DE FORMAÇÃO

Serão realizados seminários e oficinas de aperfeiçoamento com produtores queijeiros, agentes culturais e guias turísticos, além de palestras para professores e alunos de escolas da rede pública de ensino.

PARCERIAS

A ampliação de registro dos modos de fazer do queijo Minas artesanal como Patrimônio Cultural Imaterial de Minas Gerais é uma realização do Instituto Periférico com o patrocínio da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) e da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa MG), por meio da Lei de Incentivo à Cultura, do Governo Federal, em parceria com a Secretaria de

Estado de Cultura e Turismo (Secult), por meio do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG).

O projeto também conta com o apoio técnico da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater), do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

20171127MD1554.jpg
Chancelas-2023.png
bottom of page