Arte-aberta-banner-home_Miradas.jpg

O PROJETO

MURAIS COMUNITÁRIOS REVITALIZAM ÁREAS DEGRADADAS E VALORIZAM A AUTOESTIMA DA COLETIVIDADE

O projeto Miradas de Afeto tem como missão promover a visibilidade de identidades coletivas, revitalizar espaços urbanos e estimular práticas cidadãs que contribuam para a transformação das comunidades envolvidas. Idealizado pela artista plástica e muralista Anna Göbel, e realizado pelo Instituto Periférico, o projeto colore muros, fachadas, becos e equipamentos urbanos inspirado em temas conectados à memória afetiva das 12 localidades participantes, distribuídas por quatro eixos que remetem a características regionais: Fogo (manifestações artísticas e religiosas); Terra (cultivo sustentável); Água (preservação das bacias hidrográficas); e Ar (brincadeiras infantis). Além do envolvimento comunitário, a produção dos murais conta com o apoio de parceiros locais.

EIXO FOGO

O eixo Fogo, primeira etapa do Miradas de Afeto, realizou-se entre os dias 15 e 20 de fevereiro nas cidades de Chapada do Norte, Berilo e Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha. Com grande envolvimento de artesãos, comunidades, voluntários e parceiros do projeto, as fachadas, paredes, muros e murões das três localidades ganharam formas e cores que refletem a diversidade cultural da região. Foi um verdadeiro encontro de experiências e identidades que mudou paisagens e vidas. O eixo contou com a parceria do fotógrafo Lori Figueiró, do Centro de Cultura Memorial do Vale, e com o apoio das Prefeituras Municipais de Chapada do Norte e Berilo. Saiba mais