Arte-aberta-banner-home_Miradas.jpg

O PROJETO

MURAIS COMUNITÁRIOS REVITALIZAM ÁREAS DEGRADADAS E VALORIZAM A AUTOESTIMA DA COLETIVIDADE

O projeto Miradas de Afeto tem como missão promover a visibilidade de identidades coletivas, revitalizar espaços urbanos e estimular práticas cidadãs que contribuam para a transformação das comunidades envolvidas. Idealizado pela artista plástica e muralista Anna Göbel, e realizado pelo Instituto Periférico, o projeto colore muros, fachadas, becos e equipamentos urbanos inspirado em temas conectados à memória afetiva das 12 localidades participantes, distribuídas por quatro eixos que remetem a características regionais: Fogo (manifestações artísticas e religiosas); Terra (cultivo sustentável); Água (preservação das bacias hidrográficas); e Ar (brincadeiras infantis). Além do envolvimento comunitário, a produção dos murais conta com o apoio de parceiros locais.

EIXO FOGO

O eixo Fogo, primeira etapa do Miradas de Afeto, realizou-se entre os dias 15 e 20 de fevereiro nas cidades de Chapada do Norte, Berilo e Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha. Com grande envolvimento de artesãos, comunidades, voluntários e parceiros do projeto, as fachadas, paredes, muros e murões das três localidades ganharam formas e cores que refletem a diversidade cultural da região. Foi um verdadeiro encontro de experiências e identidades que mudou paisagens e vidas. O eixo contou com a parceria do fotógrafo Lori Figueiró, do Centro de Cultura Memorial do Vale, e com o apoio das Prefeituras Municipais de Chapada do Norte e Berilo. Saiba mais

 
 

EIXO TERRA

Transformar vidas é o objetivo comum de três comunidades em Simonésia, Ribeirão das Neves e Jaboticatubas, visitadas pelo Miradas de Afeto entre 5 de março e 8 de maio. Essas coletividades se apropriaram da terra de modo a fazê-la cumprir sua função social, através da produção de alimentos agroecológicos, da estruturação de cadeias produtivas sustentáveis e da garantia do bem-estar coletivo. A etapa contou com a parceria da Rede de Intercâmbio de Tecnologias Alternativas (Rede), que desde 1986 contribui para a melhoria da qualidade de vida de comunidades do campo e da cidade, por meio do fortalecimento da agroecologia e da agricultura urbana. Saiba mais

EIXO ÁGUA

A preocupação com a educação ambiental, com a preservação das riquezas naturais, e o modo como nos apropriamos delas sempre esteve no radar do Miradas de Afeto, que organizou, através do eixo Água, uma expedição que navegou pelas águas do Rio das Velhas em quatro comunidades: Raposos, Sabará, São Bartolomeu e Santo Antônio, entre os meses de maio e junho.  Saiba mais