MPL_Banner-cabeçalho.png
MPL_banner-programação.jpg

PROGRAMAÇÃO

11 AGO • QUINTA-FEIRA

Wander Piroli_Foto_Wilson Avelar.png

DAS 9 ÀS 17H

EXPOSIÇÃO WANDER PIROLI, INVENTOR DO QUE EXISTE

A exposição Wander Piroli: inventor do que existe é uma mostra bibliográfica e afetiva da obra do escritor que fez de sua vivência no bairro Lagoinha, em Belo Horizonte, matéria literária, trazendo para sua escrita a vida de operários, marginais, bêbados e vagabundos, além de um universo singular da e sobre a infância. Composta por livros, fotografias, dados biográficos e textos literários, a mostra é um convite aos leitores de todas as idades a uma aproximação com o universo de Wander Piroli.

Curadoria: Carolina P. Fedatto

Projeto expográfico: Micrópolis

Galeria Paulo Campos Guimarães

Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais | Circuito Liberdade 

Pru-ti-ti---memórias-de-estimação---Crédito-Elmo-Gomes-3---Keu-Freire.jpg

9H

ESPETÁCULO TEATRAL PRU-TI-TI – MEMÓRIAS DE ESTIMAÇÃO, COM INSENSATA CIA. DE TEATRO

Pru-ti-ti – Memórias de estimação é livremente inspirado no livro O menino e o pinto do menino, de Wander Piroli. O espetáculo reúne imagens, brincadeiras, apelidos, climas, cores, situações, conflitos, angústias, cheiros, cores e diversos outros elementos que compõem as narrativas pessoais dos atores.

 

A Insensata Cia de Teatro surgiu em 2009 e ao longo de sua trajetória vem realizando diversos processos de montagens e pesquisas teatrais, especialmente na relação entre o teatro e as infâncias.

Teatro da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais | Circuito Liberdade 

Albania---Angelo-Abu.jpg

DAS 9H ÀS 12H

OFICINA O LIVRO PARA ESCUTAR NOSSA MESMA OUTRA LÍNGUA, COM ANGELO ABU

Oficina sobre o processo de criação do livro À sombra da mangueira, resultado de oficinas de ilustração que o escritor e ilustrador Angelo Abu realizou com crianças em Maputo, capital de Moçambique. Neste processo, a diversidade da língua portuguesa acabou se tornando o tema central, e o formato “livro para escutar” a melhor mídia para contar aquela história.

Angelo Abu nasceu em Belo Horizonte em 1974. Graduou-se em Cinema de Animação na Escola de Belas Artes da UFMG. Desde 1995 vem trabalhando com histórias em quadrinhos, animação, ilustração de livros didáticos e de literatura, revistas e jornais, assim como na coordenação de oficinas diversas.

Público-alvo: educadoras, bibliotecárias, agentes culturais, pesquisadores

Centro de Arte Popular | Circuito Liberdade 

IMG_20211001_112901---Beatriz-Mom.jpg

DAS 9H ÀS 12H

OFICINA LIVROS CARTONEROS, COM BEATRIZ MOM

A oficina propõe a criação de livros cartoneros, feitos à mão, com capa de papelão. Fazendo uso de recursos e processos artesanais simples, o objetivo é ensinar como produzir um livro reutilizando papelão para feitura das capas, que são costuradas e pintadas uma a uma, além de apresentar esse movimento editorial de resistência que é sustentável, criativo, inclusivo e democrático.

Beatriz Mom é artista visual, designer gráfico e editora de livros. É curadora do Carrollsday, evento que realiza desde 2010, fundadora e integrante da Clãdestina Cartonera, desde 2015, e editora n’A Mascote, desde 2018. Seu trabalho artístico transita pelas linguagens da fotoperformance, instalações, intervenções e objetos. Paralelamente a estas atividades, mantém seu estúdio de design e produção gráfica, com foco em produções editoriais e assessoria para autopublicação.

Público-alvo: pessoas maiores de 16 anos interessadas pelo tema

Centro Cultural Unimed-BH Minas | Circuito Liberdade 

Foto-de-Claudio-Salvio---Cleide-Fernandes.jpg

DAS 9H ÀS 12H

OFICINA AUDIODESCRIÇÃO, COM CLEIDE FERNANDES

A audiodescrição é um recurso de acessibilidade comunicacional que permite a tradução intersemiótica de imagens em palavras. Esta oficina tem como objetivo apresentar os fundamentos, técnicas e princípios da audiodescrição aplicados a imagens estáticas no contexto de equipamentos culturais.


Cleide Fernandes é bibliotecária e gestora na Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais. Desde 2006 desenvolve projetos de incentivo à leitura para pessoas com deficiência. Atualmente coordena o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de Minas Gerais. Cursa especialização em Audiodescrição na PUC Minas, com ênfase na acessibilidade na Cultura. Atualmente coordena o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de Minas Gerais.

Público-alvo: educadoras, bibliotecárias, agentes culturais, pesquisadores

Ponto Cultural CDL  | Circuito Liberdade 

Ler-é-criar-asas.jpg

14H

VISITA GUIADA À EXPOSIÇÃO WANDER PIROLI: INVENTOR DO QUE EXISTE E NARRAÇÃO DE HISTÓRIA COM PAULO FERNANDES

A vistia será guiada por um monitor e ao final haverá uma narração de histórias sobre Piroli, com Paulo Fernandes, escritor e contador de histórias.

Galeria Paulo Campos Guimarães / Teatro da Biblioteca | Circuito Liberdade 

Lucilene-Silva.jpg

DAS 14H ÀS 17H

OFICINA ACALANTOS BRASILEIROS, COM LUCILENE SILVA

A oficina tratará do repertório dos acalantos brasileiros e sua relação com a música popular e tradicional.


Lucilene Silva é doutoranda em Música na UNICAMP. Desenvolve desde 1998 pesquisa e documentação de cultura infantil e música da infância no Brasil, em outros países da América Latina e Europa. Coordena o Centro de Estudos e Irradiação da Cultura Infantil e o Centro de Formação da Oca Escola Cultural.


Público-alvo: educadores, arte-educadores, profissionais da saúde, mães, pais e demais interessados

Centro Cultural Banco do Brasil  | Circuito Liberdade 

CARLA-MAUCH.png

DAS 14H ÀS 17H

OFICINA O DIREITO À LITERATURA PARA TODOS: CONSTRUINDO PROPOSIÇÕES ACESSÍVEIS E INCLUSIVAS, COM CARLA MAUCH

A oficina trabalhará a partir da perspectiva do livro, da leitura e da literatura como bens públicos, comuns, disponíveis e acessíveis para todos. Serão compartilhados processos de pesquisa e experimentação da produção de livros em múltiplos formatos acessíveis em diálogo com a formação de leitores e propostos exercícios e provocações em torno dos recursos de acessibilidade como potências poéticas, estéticas e narrativas.

Carla Mauch é pedagoga, com especialização em Deficiência Intelectual, pós-graduação em Tecnologia Assistiva e mestrado em Psicologia da Educação. É coordenadora da Mais Diferenças, OSCIP que atua com Educação e Cultura Inclusivas. Atua em projetos sobre direito ao livro, à leitura e à literatura, tais como: pesquisa e produção de livros em múltiplos formatos, formação de mediadores de leitura, formação de leitores com e sem deficiências. Participa de diversas redes e coalizões em defesa dos direitos das pessoas com deficiência.


Público-alvo: educadoras, bibliotecárias, agentes culturais, pesquisadores

Academia Mineira de Letras | Circuito Liberdade 

Liss7-Cosmo---Clara-López-Iglesias.jpg

18H

NARRAÇÃO DE HISTÓRIAS "AYA UMA FORÇA QUE GUIA", COM CLARA LÓPEZ / TEATRO DEL CAMINO

Pessoa não-binária. Palhaça, trabalha com atuação, direção e cocriação de espetáculos, produção independente e facilita oficinas de artes cênicas. Imigrante do Equador, natural de Guayaquil. Desde 2009, pesquisa Palhaçaria. Em 2012, criou o “Teatro del Camino”, onde desenvolve uma dramaturgia própria baseada na palhaçaria, no teatro físico, incluindo habilidades circenses e narração artística.

 

Tem apresentado o seu trabalho no Equador, na Colômbia, no Canadá e aqui, sendo o Brasil o país onde reside desde 2017 e continua desenvolvendo o seu fazer artístico. Desde 2018 mora em Belo Horizonte.

Teatro da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais | Circuito Liberdade 

MARIANA-ROSA-23---Mariana-Rosa.jpg

19H

CONFERÊNCIA "LEITURA E CULTURA PARA TODOS", COM MARIANA ROSA

Mediação: Túlio Damascena


Mariana Rosa é jornalista, integrante do Coletivo Feminista Helen Keller, fundadora do Instituto Cáue - Redes de Inclusão, educadora popular, consultora em educação inclusiva e ativista pelos direitos das pessoas com deficiência.


Túlio Damascena é fundador e gestor do Instituto Cultural Aníbal Machado – a Borrachalioteca, biblioteca comunitária nascida no interior de uma borracharia e sediada no bairro Caieira, em Sabará/MG. É um dos responsáveis pela FLIS – Festa Literária de Sabará, que chega a sua oitava edição em 2022.

Tulio.jpg

Teatro da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais  | Circuito Liberdade 

trem-tantan.jpg

20H

APRESENTAÇÃO MUSICAL "TREM TAN TAN"

Nascido nas oficinas dos centros de convivência Venda Nova e Providência, dispositivos da Política de Saúde Mental de Belo Horizonte, o Trem Tan Tan propõe a inserção social, o resgate de cidadania do cidadão com sofrimento psíquico e o tratamento em liberdade em uma rede de serviços substitutivos ao manicômio.

 

Direção musical: Babilak Bah.

Teatro da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais | Circuito Liberdade 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DOS OUTROS DIAS

MPL_Chancelas.png